Discussão sobre o ENADE movimenta XIII Fórum dos Coordenadores

Discussão sobre o ENADE movimenta XIII Fórum dos Coordenadores

Aconteceu na última sexta-feira, 28, o XIII Fórum dos Coordenadores de Cursos da Área de Administração do Rio Grande do Sul. O evento ocorreu no formato híbrido, com participação presencial no Centro Universitário de Caxias do Sul - Uniftec  e transmissão ao vivo no YouTube do CRA-RS. Com o tema 'ENADE: Estratégias de Mobilização', o encontro trouxe esclarecimentos sobre a elaboração e formatação da prova do ENADE, além de táticas de acompanhamento e preparação, tanto da instituição quanto do aluno, para o exame. 

Com realização do CRA-RS, através da sua Câmara de Ensino (CEnsino), e do Centro Universitário de Caxias do Sul (Uniftec), o evento contou com a abertura da Presidente do CRA-RS, a Adm. Claudia Abreu, e do diretor da UNIFTEC, professor Claudio Meneguzzi Junior.  O fórum foi mediado pelas administradoras Caroline Prates e Ione Sardão e iniciou com o painelista Adm. Nilson Varella Rübenich, professor do IFRS e doutor em Administração pela UCS e PUCRS. Ele explicou o processo de formulação do exame nacional e como os professores que constroem a avaliação também são responsáveis pela reflexão acerca da importância e constituição do exame. "Como professores precisamos trazer como a teoria e a prática de sala de aula aparecem nas questões da prova e fazer a leitura necessária da articulação entre as competências previstas e o perfil do estudante", explica o profissional da administração. 

Em seguida, a painelista Juliana Meregalli Schreiber, doutora em Educação e Líder do projeto ENADE Unilasalle trouxe uma visão estratégica sobre a jornada dos alunos para o ENADE, reiterando que a prova é um processo que vai exigir da instituição de ensino momentos de reflexão, olhar dados anteriores e rever processos internos, assim como revisitar estas etapas a cada ciclo. 

"A sensibilização em relação ao exame é uma etapa muito importante do processo. Devemos praticar a transparência com o aluno sobre os interesses da instituição e da coordenação, além do interesse do próprio aluno em relação à prova, tranquilizando-o sobre o que acontece caso ele não tenha um bom desempenho", relata Juliana. 

Após debate entre os painelistas, o evento encerrou com perguntas do público, tanto presencial quanto on-line, sobre os desafios do exame para os professores, alunos e IES. 

Acesse a transmissão completa:

Clique Aqui