Movimento Voluntários da Saúde é tema do CRA-RS Recebe: confira o debate

Movimento Voluntários da Saúde é tema do CRA-RS Recebe: confira o debate

Na noite desta quarta-feira, 18, o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul (CRA-RS), através da sua Câmara da Saúde, promoveu mais uma edição do CRA-RS Recebe. Com abertura realizada pela Adm. Márcia Brasil, coordenadora da Câmara, e mediação do Adm. Geison Farias, o painel debateu sobre o movimento Voluntários da Saúde, ação solidária que colabora com o aperfeiçoamento da gestão da saúde de instituições públicas e filantrópicas com atendimento pelo SUS.

O idealizador da iniciativa e convidado do evento, Fernando Andreatta Torelly, que é especialista em Gestão de Recursos Humanos, Administração Hospitalar e Negócios de Saúde, falou sobre o momento social difícil que estamos enfrentando em razão da pandemia e sobre como surgiu a sua vontade de ajudar. 

“Vendo que tantos lugares precisavam de auxílio, percebi que com o conhecimento que nós, profissionais da saúde, temos, se dedicássemos apenas algumas horas, poderíamos fazer uma transformação muito grande.” Dessa forma, ele decidiu destinar três horas da semana para montar a ação, divulgando em suas redes sociais e convidando seus contatos para participar. 

Atualmente, o grupo já conta com 478 profissionais da saúde que atuam de forma voluntária em projetos por todo o Brasil. “Nosso propósito é contribuir com a transformação e melhoria contínua da assistência à saúde no país, através de valores como a solidariedade no compartilhamento de conhecimentos, gestão eficiente de recursos disponíveis e serviços de saúde com acessibilidade e qualidade”, ressaltou. 

Torelly também apresentou alguns dos projetos nos quais o Voluntários da Saúde contribuiu, como a implantação do planejamento estratégico do Hospital Restinga e Extremo Sul, em Porto Alegre, e do Hospital de São Luiz Gonzaga (RS); e o apoio no processo de preparação para a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e no estudo de viabilidade de um serviço de hemodiálise no Instituto São Vicente de Paulo, em Cássia, Minas Gerais, entre outros. Após a apresentação, houve um espaço para debate e esclarecimento de dúvidas. 

As instituições interessadas em solicitar consultoria devem enviar um ofício com informações sobre as suas principais necessidades para o e-mail voluntariosdasaude1@gmail.com. Quem quiser aderir ao movimento pode entrar em contato através de uma mensagem privada no LinkedIn do Voluntários da Saúde:

Clique Aqui