Perspectivas e oportunidades na área da saúde para os profissionais da Administração: confira o debate do CRA-RS Recebe

Perspectivas e oportunidades na área da saúde para os profissionais da Administração: confira o debate do CRA-RS Recebe

Nesta terça-feira, 21, o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul (CRA-RS), através da sua Câmara da Saúde, promoveu mais uma edição do CRA-RS Recebe. O painel teve como temática as perspectivas e oportunidades na área da saúde para os profissionais da Administração e contou com a mediação da Adm. Ruth Dornelles.

Na abertura, a presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, destacou a qualidade dos painelistas selecionados pela Câmara da Saúde, que são referências na área e podem trazer grande contribuição para todo o público. 

O primeiro convidado, o superintendente executivo da Unimed, Adm. Glauco Samuel Chagas, falou sobre a importância de “resetar” a forma de pensar e agir para se adaptar às mudanças, principalmente nas novas formas de liderar e gerir. Segundo ele, as organizações precisam cada vez mais ser essencialmente voltadas aos clientes e aprimorar seus esforços de relacionamento com os consumidores e colaboradores. 

“A gestão é feita com a razão, a liderança com o coração, e elas são complementares. O nosso papel enquanto profissionais da Administração no período pós-pandemia deve ser buscar o equilíbrio entre gerir o negócio e liderar as pessoas. Isso significa aproveitar as oportunidades geradas na crise em virtude da atenção redobrada para a área da saúde, ter capacidade estratégica a médio e longo prazo, mas conseguir executar a curto prazo, e manter a capacidade de escolha e mobilização de equipes, se conectar e inspirar os outros”, explicou Glauco. 

Já o vice-presidente do Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde - Chapter RS, Adm. Robson Sodré Morales, contou a sua experiência de transição de carreira durante a pandemia, quando resolveu criar residenciais geriátricos e uma empresa para gerenciá-los. “Além dos novos formatos de trabalho, é essencial enxergarmos as oportunidades decorrentes desse período de crise e as mudanças no mercado”, ressaltou.

Robson percebeu o aumento da população na faixa etária 60+ e o receio de muitos familiares com a circulação de profissionais da saúde - como enfermeiros e cuidadores - dentro das casas em função da pandemia e decidiu apostar no novo negócio, que já conta com mais de 150 leitos e, em breve, lançará mais uma unidade em parceria com um hotel. Após a apresentação dos palestrantes, houve um espaço para debate e esclarecimento de dúvidas.