Mais de 30 pessoas participaram do evento, realizado no Auditório Érico Veríssimo, da FADERGS 
 
Em alusão ao Dia do Servidor Público, comemorado no dia 28 de outubro, o CRA-RS promoveu, por meio da sua Câmara de Gestão Pública (CGP) e com apoio da FADERGS, o V Ciclo de Palestras em Gestão Pública. O evento ocorreu na tarde desta segunda-feira (29), no Auditório Érico Veríssimo, da FADERGS, e reuniu mais de 30 pessoas, com o objetivo de apresentar uma visão de gestão pública contextualizada no atual momento da sociedade brasileira.
 
Na abertura, a presidente do CRA-RS, Adm. Claudia Abreu, ressaltou a importância do servidor público no bom andamento das instituições públicas. Para ela, diferente de funções temporárias, o servidor público é quem mantém as entidades, pois este permanece desempenhando suas atividades durante anos, tornando-se profundo conhecedor da gerência dos serviços realizados pelas instituições. “É preciso mostrar o trabalho positivo para cessar a ideia negativa que se tem sobre o serviço público”, destacou.
 
A primeira palestrante, a Procuradora do município de Porto Alegre Carin Prediger, realizou a exposição “Terceirização na Administração Pública e o Decreto 9507/2018: reflexos no cenário social, econômico e institucional”. Na apresentação, Carin apresentou brevemente a definição de terceirização, o contexto e evolução da adoção da terceirização na Administração pública e os aspectos relevantes e impacto do novo decreto federal. A procuradora lançou aos participantes reflexões sobre como poderá ser a qualidade dos serviços prestados, quantidade de empregos, economia nas contas públicas.
 
O segundo palestrante foi o Adm. Marco Aurélio Kihs, Coordenador-Adjunto da Câmara de Gestão Pública do CRA-RS e membro do Conselho Consultivo do Observatório Social de Porto Alegre (OSPPOA). Na sua exposição, ele abordou o papel do Observatório Social no controle das contas públicas municipais, reforçando a importância do controle social. Apresentou a entidade e o seu o eixo de atuação, com um panorama nacional e municipal. “São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, junto com as mantenedoras e apoiadores, realizam este trabalho de monitoramento das contas públicas municipais”, complementou. Na ocasião, auxiliou na exposição Adm. Carla Fátima Pereira da Silva, Coordenadora Executiva do OSPPOA. Segundo ela, “é de extrema importância que as prefeituras e as câmaras de vereadores disponibilizem as informações para que o controle social seja efetivo”.
 
O evento tem suporte no Termo de Cooperação Técnica, firmado entre o CRA-RS e a prefeitura de Porto Alegre, visando realização conjunta de atividades relativas à capacitação e ao desenvolvimento dos servidores públicos municipais, em especial dos profissionais das áreas da Administração, contribuindo para o desenvolvimento do município e com melhores resultados à sociedade.