Expansão de negócios para mercados estrangeiros é tema central da I Capacitação para Atuação Internacional do CRA-RS

Expansão de negócios para mercados estrangeiros é tema central da I Capacitação para Atuação Internacional do CRA-RS

Na noite de terça-feira (8), o Conselho Regional de Administração do RS realizou a sua I Capacitação para Atuação Internacional através do seu projeto CRA-RS Recebe e da Câmara Especial de Relações Internacionais (CERInt). O evento aconteceu de forma virtual e foi transmitido para todos pelo canal do YouTube da autarquia. 

Com o tema principal da internacionalização, o evento contou com capacitadores e profissionais das áreas da administração e correlatas, além de uma participação diretamente da Islândia. Focado na atuação de negócios e expansão para mercados estrangeiros, os quatro capacitadores abordaram temas como os estudos e processos decisórios que auxiliam no processo de expansão internacional, conhecimento de leis e trâmites internacionais, assim como deram relatos e dicas das suas experiências pessoais. 

A abertura do evento aconteceu pela Adm. Ana Paula Rodrigues Bohn, que coordena a CERInt. Ela agradeceu a participação dos capacitadores e reiterou a importância do evento: "temos como objetivo disponibilizar aos participantes, de forma dinâmica e clara, um conjunto de práticas necessárias para otimizar e capacitar profissionalmente a atuação internacional, que vem se tornando cada vez mais uma alternativa real para os empreendimentos brasileiros", destacou.

A Adm. Mônica Stormowski, diretora administrativa e professora nos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Fundação Machado de Assis (FEMA), foi responsável pela mediação do evento. O primeiro capacitador foi o Adm. Claudio K. Freitas, doutorando em Sociologia Digital e mestre em Administração e Gestão da Informação pela PUCRS, que falou sobre a importância de realizar estudos e análises prévias para entender o máximo possível do mercado estrangeiro para o qual se deseja expandir. "Além de ser conhecido e ter demanda, é preciso ter uma proposta de valor clara. Cada mercado tem necessidades e demandas peculiares e, quando procuramos um mercado, precisamos estar atentos não só aos que gostamos, mas também aos que identificamos uma quantidade menor de concorrentes ou melhores potenciais resultados", explica o profissional de administração. 

A seguir, o Adm. Cleberson Vieira, coordenador da Missão Canadá - focada em startups -, compartilhou com os participantes como foi o seu processo decisório para atuação em Toronto, no Canadá, assim como dicas importantes para quem está decidindo em qual país deseja atuar. Além disso, ele reiterou as possibilidades que a internet trouxe para a área de internacionalização. "É possível ter um negócio global a partir do seu mercado local, você não precisa ir morar em outro país para fazer negócios com o mundo inteiro", refletiu Cleberson. O contador Gerson Miguel Lauermann, diretor de operações na empresa Regional Trade, também compartilhou com o público sua experiência profissional e acadêmica na área de exportações e importações. Assim como outros capacitadores, ele reiterou a importância do networking. "O processo de exportação e importação é um processo de confiança, por isso,  visitar empresas e conhecer as estruturas é a chave para entender os perfis financeiros e de mercado para gerar relacionamento", disse ele.

A última capacitadora foi a professora Ana Margarida Forte, consultora profissional, pessoal, focada em life coach e rebirthing. Diretamente da Islândia, Ana Margarida é portuguesa e atua no norte da Europa. "Precisamos facilitar relações para que as empresas possam acontecer. Além do plano de negócio, é necessário entender todas as regras, inclusive as fiscais, além de capacitação e networking que são essenciais", ressaltou. Após as apresentações individuais, o evento encerrou com perguntas do público on-line sobre os tópicos apresentados. 

Assista ao evento completo aqui: https://www.youtube.com/watch?v=jkiS_cWMuCg&t=2603s