O conselheiro do CRA-RS, Adm. Carlos Strey, escreveu um artigo sobre a campanha que foi veiculado na segunda-feira, 13 de abril, no jornal Correio do Povo.

Confira:

Crise. Gerencie-a. Crie.

Crise na organização, na política, na vida, todos estamos passando nesse momento de pandemia mundial. Mas como não sucumbir? Enfrentando-a, essa é a resposta. Gerenciando-a. Gerenciando a crise. Mas o que é gerenciar a crise? O gerenciamento de crise tem como objetivo principal reduzir e excluir os impactos causados por determinado fator de desequilíbrio na organização, na política na vida.

Esse é o momento em que é preciso coletar dados, gerenciar as finanças, identificar os pontos positivos e os pontos negativos que a crise trouxe. Identificar os custos e as despesas. Para cortar custos e despesas precisamos encontrar as ineficiências latentes aos processos. Nesse momento de disrupção, por motivos internos ou externos, temos que ter informações de todo o processo. Informações que nos permitam tomar decisões seguras e de impacto a curto prazo.

A informação é o agente de mudança, o fator básico em qualquer planejamento ou gerenciamento. Mas o que é informação?  Informação é um conjunto de dados na qual percebemos alguma utilidade. Ou seja, ao maximizarmos a percepção da utilidade da informação, conseguiremos efetuar as mudanças necessárias a qualquer organização. Mas devemos ter em mente qual o significado da informação e qual o seu propósito. Ou seja, para termos informações que nos ajudem a gerenciar uma crise, precisamos ter todos os processos descritos e bem definidos. O sucesso vai depender de como e com que velocidade iremos tratar as informações oriundas do meio ambiente.

O término da crise não significa que os desafios acabaram. Enquanto todos buscam a sobrevivência devemos, com a ajuda de informações confiáveis e seguras, continuar crescendo de maneira sustentável e dando um “chega pra lá” na crise.

Porém, em momentos de crise, crie. Crie alternativas para driblar as adversidades. Analise o cenário e pense em soluções criativas para os problemas que se apresentam. A tecnologia está aí para ajudar. Crie. Mas seja rápido, pois o que está escrito acima já pode estar obsoleto. A velocidade da mudança é incontrolável. As verdades de agora, talvez, não sirvam amanhã.

 

Adm. Carlos Theodoro Strey
CRARS 12.084
Conselheiro do CRARS
Administrador, Especialista em Gestão Empresarial e Mestre em Desenvolvimento Regional